domingo, 14 de junho de 2009

FARMÁCIA HOSPITALAR - IMPORTÂNCIA

FARMÁCIA HOSPITALAR - IMPORTÂNCIA




Em relação a estrutura organizacional de uma unidade de saúde, a farmácia é considerada um serviço de apoio clínico, e sua produtividade se quantifica através das prescrições atendidas. Em virtude disto, a ausência de prescrições médicas por paciente, impede que se conheça a produtividade da farmácia em relação à produtividade dos outros serviços de saúde, impedindo a análise de demanda na farmácia e a racionalização do uso de medicamentos (OPAS,1992). Atualmente alguns hospitais já atingiram esse patamar entretanto este cenário não é prevalente em grande números de unidades.

A relação da produtividade dos serviços de atenção ao paciente, expressa em número de atendimento e o número de prescrições atendidas, permite quantificar a demanda da atenção farmacêutica.
A farmácia hospitalar através da atividade de aquisição de medicamentos representa um percentual significativo de recursos orçamentários/financeiros utilizados para a manutenção de um hospital, além disso possui o compromisso de oferecer aos usuários uma atenção farmacêutica segura e de qualidade. para tanto é necessário o entendimento recíproco com o corpo clinico do hospital e com os demais serviços/departamentos destacando-se o serviço de enfermagem.
Presentemente existe uma preocupação muito grande, por parte dos profissionais farmacêuticos em buscar soluções para os problemas técnicos/administrativos existentes em farmácia hospitalar, principalmente aqueles que objetivem fundamentalmente produzir um aumento da qualidade e da segurança da assistência prestada aos usuários através de sistemas que racionalizem os custos globais destinados ao processo que a cada exercício se tornam mais escassos.

Referências
  • ASPH Guideline: Minimum Standart for Pharmacies in Hospitals. Am J health – Systpham, 1995
  •  Bases Para El Dessarrolo y Aprovechamento Sanitario De La Farmacia Hospitalaria. Bogota, Colombia: Trazo Ltda. Editorial.
  • Maia Neto, J. F., 1990. Farmácia Hospitalar. Um enfoque Sistêmico. Brasília: Thesaurus Editora.
  •  Maia Neto J.L, 2005  Farmácia Hospitalar e suas Interfaces com a Saúde , São Paulo, Rx editora
  • Ministério da Saúde. Coordenação de Controle de Infecção Hospitalar, 1994. Guia Básico para Farmácia Hospitalar. Brasília: Edição pela Divisão de Editoração Técnico - Científica / Coordenação de Documentação e Informação/Secretaria de Administração Geral/ CDI/SAG/MS.
  •  Nogueira, H., 1961. Serviço de Farmácia nos Hospitais. Rio de Janeiro, RJ: Artigo publicado na Revista Brasileira de Farmácia n°3/4, março/abril de 1961.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário